Notícias

25.10.2017

ENTRE CONVERSA E DINÂMICA, CRF/SE REALIZA CURSO GRATUITO DE PRIMEIROS SOCORROS



Em acidentes, traumas e situações de emergência, efetivar os primeiros socorros de forma correta é imprescindível para contribuir para a recuperação e segurança da vítima. Com o intuito de tornar os farmacêuticos do estado cada vez capacitados para o mercado de trabalho e as adversidades, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), com o apoio do Conselho Federal de Farmácia (CFF), realizou um curso gratuito de Suporte Básico à Vida, no último sábado, contando com o conhecimento dos profissionais do Núcleo de Ensino em Saúde e Emergência de Sergipe (NESES).

 

Com 10 horas de duração, o curso abordou os principais temas relacionados a traumas e às principais emergências clínicas que costumam ocorrer nos sistemas de saúde, auxiliando o atendente a formar um raciocínio crítico perante o atendimento das vítimas. Segundo Denison Pereira, bombeiro e ministrante das palestras, “o principal objetivo do curso é fazer com que essas vítimas que possam ser atendidas sejam beneficiadas com o atendimento correto, até a chegada de um atendimento pró-hospitalar”.

 

O curso traz conhecimentos mínimos que um cidadão possa ter para atender uma emergência. Para Cintia Guerra, enfermeira e também ministrante, é um curso de abrangência maior, mas que teve o cuidado de tentar trazer situações para a vida do farmacêutico. “A pedido do Conselho, a gente está trazendo quais situações poderiam ser abordadas numa farmácia hospitalar ou numa farmácia comercial, numa unidade de trabalho do farmacêutico. Mas esses também são aprendizados para a vida”, afirma.

 

Vanilda Aguiar, Conselheira Federal de Farmácia pelo estado de Sergipe, explica que, além da teoria, o curso foca nos quesitos práticos da aprendizagem: “As atividades práticas são o ponto forte do programa e permitem treinar, em situação simulada, o atendimento ao doente traumatizado, com ênfase na avaliação da cena, na biomecânica do trauma e seus aspectos fundamentais, tanto da avaliação como do atendimento ao doente”.

 

Em meio a palestras e atividades práticas, ocorreu entre os farmacêuticos inscritos um sorteio de uma inscrição para o 2º Congresso de Urgência e Emergência, para dá-los a oportunidade de expandir aquele conhecimento. Márcio Lima, inscrito no curso, foi agraciado com o presente. O farmacêutico afirmou estar muito feliz por aprender novos conhecimentos e ainda ganhar a inscrição de mais um curso como aquele. “É uma ótima oportunidade participar de algo grande como esse evento, adquirir conhecimentos a mais e poder ajudar mais a sociedade”, anima-se Márcio.

 

 

Já a farmacêutica Islene Melo acredita na importância daquele conhecimento para fortalecer a qualidade de seu trabalho.  “Para a gente é um ganho. Como eu trabalho com o clinic-farma, então ajuda muito, porque a gente recebe muitos casos de urgência”.







Copyright © 2017
Direitos Reservados