Notícias

09.04.2018

CRF/SE REALIZA SEGUNDA ETAPA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PARTICIPATIVO DE GESTÃO 2018/2019



Na tarde da última sexta-feira (6), a diretoria do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), juntamente aos funcionários da instituição, promoveu a segunda reunião de planejamento estratégico e participativo de gestão 2018/2019. Assim como no primeiro encontro, que ocorreu no dia 19 de março, este segundo momento teve o objetivo de identificar os problemas presentes no CRF/SE e pensar nas possíveis soluções para essas questões. 

 

Mais uma vez, a reunião contou com a mediação de Fábio Ramalho, Diretor Tesoureiro do Conselho, e teve a presença de todo o corpo de funcionários. Além disso, estava presente também o Presidente do CRF/SE, Marcos Rios, que ressaltou a necessidade desses momentos para promover uma boa comunicação entre os profissionais que trabalham no local e, consequentemente, melhorar os processos de trabalho. “A partir dessas reuniões, a gente espera que as pessoas possam trocar mais informações entre si e dar mais celeridade e eficiência aos processos. O grande objetivo desse planejamento estratégico é redefinir os processos dentro do Conselho, visando melhorar o atendimento aos proprietários de farmácias e aos farmacêuticos”, explica. Marcos ressaltou ainda o fato de que planejar coletivamente ajuda a tornar a gestão mais participativa, ao afirmar que “com isso, os colaboradores terão mais consciência e envolvimento com a gestão, pois eles reconhecem os pontos positivos e o que precisa ser melhorado dentro de cada setor”. 

 

Cristiano Barreto, assessor jurídico do CRF/SE também participou da reunião e salienta a importância da interação entre todos os colaboradores e gestores do órgão: “Apesar de ser trabalho é também um momento de descontração e de troca de ideias, de compartilhar informações que por vezes são atropeladas no dia-a-dia”. Ele acrescenta ainda que “esse momento é muito significativo, relevante e até imprescindível, porque é a oportunidade de todos os colaboradores do Conselho contribuírem com o planejamento de gestão de forma muito democrática, transparente e aberta. Ele tem tudo para trazer soluções concretas para a dinâmica do CRF/SE e dos trabalhos”. Cosmira Alves, secretária do CRF/SE, também concorda com Cristiano e afirma que “o planejamento é bem interessante, porque além de unir os funcionários é um momento de reconhecimento das falhas de cada setor e do que cada um pode melhorar”







Copyright © 2018
Direitos Reservados