Notícias

31.07.2018

CRF/SE REALIZA CURSO DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS EM FARMÁCIAS COMUNITÁRIAS E HOSPITALARES



Na tarde da última sexta-feira, 27 de julho, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) promoveu o curso “Boas práticas farmacêuticas em farmácias comunitárias e hospitalares: autoinspeções e inspeções sanitárias”, que teve a participação da farmacêutica Helena Ferreira Lima.

 

O evento contou com o apoio da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde Regional de Sergipe (SBRAFH – SE) e, mais uma vez, o auditório lotado mostrou que o curso conquistou o público. Esse sucesso pode ser percebido, por exemplo, nas palavras da farmacêutica Tatiana Damasceno, que avalia que a tarde foi bastante proveitosa. “A farmacêutica Helena demonstrou grande conhecimento e habilidade acerca do assunto ministrado”, conta. “Além da didática incrível em relação a elaboração da documentação técnica, ela ainda demonstrou um amplo conhecimento da legislação, que auxiliou bastante para o enriquecimento da discussão e demonstração da aplicabilidade”.

 

Ainda falando sobre o curso, Tatiana ressalta também que “o diferencial foi a capacidade de visão crítica tanto para a área da farmácia comunitária quanto da hospitalar, principalmente nas instruções fornecidas para elaboração de roteiro de autoinspeção”.


Já Helena Ferreira Lima, farmacêutica responsável por ministrar o curso, comenta que acredita que a forma como o tema foi tratada permitiu nortear os profissionais na elaboração de documentos sanitários e avaliação de risco. Fazendo um balanço sobre o curso, Helena conta ainda que gostou bastante do feedback do público. “Confesso que fiquei impactada com o número de profissionais interessados pelo tema. Todos ficaram bem atentos e alguns expuseram suas dúvidas abrilhantando o evento”, afirma.

 

Um tema pouco abordado: diferencial e inovação

A temática trazida pelo evento ainda é pouco discutida em eventos da área farmacêutica. Percebendo isso, a Diretoria do CRF/SE buscou trazer a questão para o debate e o resultado foi positivo. “As pessoas tinham essa carência e nós percebemos, então, por isso, promovemos o curso, que felizmente teve uma grande procura. Isso mostra que os farmacêuticos estão empenhados em prestar um serviço de maior qualidade, atendendo às exigências sanitárias e as boas práticas farmacêuticas”, explica o Diretor Tesoureiro Fábio Ramalho. Ele deixa claro ainda que a proposta do CRF/SE é de realizar um evento dessa natureza por mês e, devido à grande procura, já adianta: “Provavelmente teremos uma segunda edição do curso de hoje”.







Copyright © 2018
Direitos Reservados