Notícias

17.12.2018

PRESIDENTE DO CRF/SE ESCLARECE QUESTÕES SOBRE ENVIO DE MULTAS DURANTE PLENÁRIA EM ITABAIANA

Reunião também teve como pauta o Plano Anual de Fiscalização de 2019



Durante a tarde da última terça-feira, 11 de dezembro, foi realizada a 14ª Reunião Plenária Ordinária do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE). A reunião aconteceu no município de Itabaiana e foi uma das ações da primeira edição do projeto “CRF/SE na estrada”, que tem como objetivo a interiorização do Conselho para atingir cada vez mais profissionais no estado.

 

No evento, como de costume, estiveram presentes os membros da Diretoria do CRF/SE e os demais Conselheiros, bem como farmacêuticos da região. Além dos informes e comunicados de interesse público e dos profissionais, ganhou destaque o esclarecimento quanto ao envio de multas antigas pelo CRF/SE. Sobre o assunto, o presidente do Conselho, Marcos Cardoso Rios, explica que a Diretoria tem sido questionada sobre o envio de multas relativas a processos de anos anteriores à gestão atual e esclarece: “Não há desarquivamento de processos ou interesse nosso em multar, muito pelo contrário, os pareceres dados à época da análise dos processos já eram favoráveis à multa. Ou seja, foi ainda na gestão anterior que a multa foi impetrada”. O presidente acrescenta ainda: “De alguma forma compreendo algumas insatisfações dos proprietários. De verdade. Acho que houve um grande equívoco. Não ter enviado as multas assim que ela foram deferidas criou um mal-estar para a diretoria atual e um problema orçamentário para os proprietários de estabelecimentos farmacêuticos.  No fim, todos saíram prejudicados. Os motivos pelos quais não haviam sido enviadas, que não é discussão neste momento e não cabe a gestão atual afirmar, apenas especular, sobrepuseram o respeito ao empresário e ao farmacêutico e a capacidade de pagamento dos estabelecimentos".

 

Para encerrar, Marcos esclarece que a Diretoria do Conselho está à disposição em caso de dúvidas e relembra as ações educativas que vêm sido promovidas pela instituição, a exemplo do projeto “Educar para Fiscalizar”, que é publicado na internet e tem como objetivo esclarecer questões relativas à Fiscalização do CRF/SE. “A fiscalização precisa ser realizada para garantir à população uma boa assistência farmacêutica e precisa também ser vista pelo profissional como uma garantia de empregabilidade”, finaliza.

 

Plano Anual de Fiscalização para 2019

Outra pauta trazida pela Reunião Plenária foi a finalização e aprovação do Plano Anual de Fiscalização para 2019. Durante o encontro, a vice-presidente Larissa Feitosa Carvalho apresentou o documento com as alterações que já haviam sido discutidas pelo plenário na reunião anterior e ele foi aprovado por todos os Conselheiros presentes.

No entanto, o processo ainda continua. “Depois de ter sido aprovado pelos Conselheiros de Sergipe, faremos o envio desse material para o Conselho Federal, que também deverá aprovar”, explica a vice-presidente sobre a etapa seguinte. “Após essa aprovação, a ideia é que a gente publique o Plano no nosso site e divulgue nas nossas redes sociais”, conclui.

 

O Plano Anual de Fiscalização é o documento que delineia quais serão as estratégias para a execução das atividades de fiscalização do Conselho. O Plano Anual de Fiscalização do ano de 2018 pode ser acessado clicando aqui.


Farmácia como estabelecimento de saúde

Além da realização da Reunião Plenária do mês de dezembro, o evento em Itabaiana contou também com um Ciclo de Palestras, que discutiu o tema “Empreendedorismo”, com a presença do Administrador Carlos Eloy Filho, e trouxe também a importância da Farmácia como estabelecimento de saúde na prevenção de doenças. O professor Divaldo Pereira de Lyra Jr., do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Farmácia Social da Universidade Federal de Sergipe (Lepfs – UFS), foi o responsável por trazer esse último tema e reforça: “o farmacêutico que está no balcão da farmácia comunitária tem papel determinante. O profissional pode atuar na triagem dos problemas de saúde, no rastreio de problemas que não são completamente conhecidos pela população, etc. Então, é importante que o farmacêutico seja valorizado como profissional de saúde e desempenhe a sua função com zelo e cuidado ao paciente”.

 

Os Ciclos de Palestras são realizados constantemente pelo CRF/SE de maneira gratuita e são sempre abertos a profissionais e estudantes do curso de Farmácia. A programação completa é divulgada no site e nas redes sociais da instituição.

 

Tentativa de interiorização das atividades do CRF/SE

A realização do evento em Itabaiana marca uma tentativa de interiorização das atividades desempenhadas pelo CRF/SE. A ideia é que a ação se estenda também a outros municípios e que possa atingir cada vez mais profissionais no estado.

 

Apesar das dificuldades enfrentadas por ainda ser um projeto incipiente, a primeira tentativa foi realizada com êxito, é o que conta a farmacêutica e Conselheira do CRF/SE Daniela Santos Silva Ferreira: “Fiquei muito satisfeita com a condução do evento de ontem. Estão de parabéns todos os responsáveis pela logística e encaminhamento das atividades. Apesar de esperar um público maior, acredito que o resultado foi bastante positivo”.

 

Daniela acrescenta também que, para ela, a escolha do município de Itabaiana foi acertada, pois “se trata de um local com alta concentração de profissionais farmacêuticos”, explica. “É importante proporcionar esses momentos que permitam aproximar os farmacêuticos do interior à instituição que o representa”, finaliza.

 

Já para Simony da Mota Soares, também farmacêutica e Conselheira suplente do CRF/SE, diz que essa é uma ideia apoiada por ela desde o início da proposta. “Muitas vezes escutamos os colegas do interior relatarem as dificuldades de resolver pendências e participar de ações do CRF/SE pela distância e incompatibilidade de horários”, afirma. “Essa é uma forma bastante oportuna de aproximar o Conselho dos farmacêuticos que laboram no interior e propiciar uma maior participação desses colegas nas atividades da classe”, complementa.

 

Além da realização da Plenária e do Ciclo de Palestras, o evento em Itabaiana contou também com uma homenagem póstuma ao farmacêutico John Michael de Brito Almeida, que faleceu na semana passada. Durante a homenagem, estiveram presentes amigos e parentes de John. “Essa iniciativa foi bem importante, emocionou a todos e engrandeceu ainda mais a plenária”, finaliza Simony.







Copyright © 2019
Direitos Reservados